sábado, 31 de agosto de 2013

Os jovens perguntam...


Os jovens perguntam, é o titulo do livro que tem como autor Dom José Negri, que foi o tema do encontro realizado com os jovens da Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Candeias do Jamari – RO, o primeiro encontrão dos jovens catequizandos das comunidades de toda a paróquia, que aconteceu no dia 24 de agosto.

Para iniciar o encontro os jovens foram motivados a refletir sobre o sentido da vida e a escrever os questionamentos que cada uma vive. A partir disso Ir. Mery Sousa e a noviça Gizele Barbosa refletiram com os jovens os seguintes temas: vocação, formação, espiritualidade e sexualidade.
Para mim este foi um momento de partilha onde pude perceber como a juventude anseia descobrir qual é o projeto de Deus para as suas vidas e como buscam respostas para questões simples em sua caminhada de fé na Igreja”. Testemunha a noviça Gizele Barbosa.
 

Vocação é graça

 
Jovem, você também acredita que a Vocação Religiosa é uma graça que recebemos de Deus?
Entre em contato conosco:irmaspaulinas@hotmail.com
 
 

Entrevista com Ir. Celina Helena

Neste ano de 2013, algumas Irmãs Paulinas celebram 50 anos de consagração na vida Paulina. Nossa equipe do blog publicará as entrevistas que fizemos com elas, onde as mesmas partilham suas experiências de fé vividas ao longo desses anos.
Confira a partilha de Ir. Celina Helena:
Sou Ir. Celina Helena Weschenfelder, nasci em Itapiranga, SC. Venho de uma família muito religiosa, daquelas famílias que se reuniam à noite para rezar o terço e cantar. Papai era interminável nas rezas e cantorias, e quando a oração e os cantos não acabavam mais, um por um caíamos pelos lados adormecidos e alguém nos levava à cama.  Mamãe e papai iam levando um por um na cama fazendo-nos ainda rezar a oração do anjo da guarda em alemão. Papai e mamãe eram músicos, cantores e artistas.
- Meus pais deixaram exemplos de profunda fé, amor, bondade além de herdarmos deles dons artísticos e musicais. Papai era também muito divertido e alegre. Com a longa doença da mamãe a família ficou ainda mais unida e somos assim até hoje.
 
- Conheci as paulinas quando iam à cidade de Itapiranga, SC, com os livros e a Família Cristã. Sempre me impressionou muito com a alegria de Ir. M. Edwiges e Ir. Dulce Heinick e tinha mais: elas também falavam em alemão.   
- Na Congregação, além de outros setores, trabalhei 18 anos na gravadora, 15 anos no editorial Paulinas e outros trabalhos. Atualmente dedico-me à redação e outras atividades com o povo. Temos em Curitiba um grupo de onze colaborares para o evangelho. Três delas farão em outubro, as promessas. Elas são muito empenhadas nas paróquias e divulgam a revista Família Cristã.
 
Convicções que sempre me acompanharam:  
-  Amor à missão paulina desde que conheci as irmãs, doando-me com todo o meu ser. 
A Eucaristia e a Palavra são o meu alimento diário e a Leitura Orante que faço todos os dias, na hora de adoração, me sustenta na minha caminhada vocacional.
- O amor à Eucaristia e a Palavra, me levam à alegria, na doação na missão paulina. E, mesmo quando surgem as dificuldades, Jesus está aí para me dizer: “Não temas, estou com você”.
- A alegria de ser apóstola paulina, na entrega a Deus e à missão, apesar de minhas infidelidades, me levam hoje ao canto do MISERERE e do MAGNIFICAT, louvando a Santíssima Trindade, com o olhar fixo em Jesus Mestre, Maria, Paulo, Alberione  e Tecla.
 
Palavras que me sustentam: 
“Ele me amou e se entregou por mim” (Gl 2,20b).
- O esvaziamento de Jesus que se fez pequeno, pobre, desprendido e serviçal  entre nós. (cf. Fl  2,7-8)
-  “Eu sei em quem acreditei e ele é fiel”  (Cf. 2Tm 1,12)

 

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Paulinas e Paulinos na IV Jornada Vocacional em Fortaleza


A jornada Vocacional é uma evento da Arquidiocese de Fortaleza que, há 4 anos, acontece no mês de agosto. Uma tarde de louvor, shows, adoração, missa, espaço para confissão e aconselhamento espiritual, amostra vocacional das congregações, novas comunidades e movimentos. Tudo isso para atrair a juventude para Deus e ajudá-la a descobrir a sua vocação.
Neste ano, a quarta edição do evento, aconteceu no dia 25 de agosto, a partir das 12:00 horas no colégio Santa Isabel e estima-se que mais de 2.500 pessoas, a maioria jovens, passaram por lá. Entre os shows da Comunidade Recado, Ministério de Música Canção Nova, Missionários Shalom e Suely Façanha, aconteceu a santa missa, presidida por Dom José Antonio Tosi Marques, arcebispo de Fortaleza e também um momento de Adoração Eucarística comunitária.
Simultaneamente aos eventos centrais, durante toda à tarde, padres atenderam confissões, pessoas consagradas deram seu testemunho vocacional e acontecia a amostra vocacional, com mais de dez congregações, movimentos e novas comunidades apresentando seu carisma à juventude.
As Irmãs Paulinas e os Padres e Irmãos Paulinos, pela segunda vez, marcaram presença no evento para testemunhar e partilhar a alegria e a beleza da vocação Paulina: Viver e anunciar Jesus Mestre, Caminho, Verdade e Vida com os meios de comunicação. Todos os jovens que passavam pelo estande levaram um material vocacional para conhecer essa bela vocação que compõe o jardim da Igreja.
Sementes foram lançadas. Jesus Cristo foi testemunhado. Certamente muitos jovens escutaram o irresistível convite de Jesus: “Venha a Mim!”. Que eles não tenham medo de responder, de ir à Jesus e entregarem suas vidas para servi-Lo. Descobrir a vocação e responder com alegria é o caminho para a felicidade e a realização humana.

 Você pode conferir mais fotos do evento em:
http://www.facebook.com/media/set/?set=a.653807801304000.1073741846.476518539032928&type=1

Fé e disponibilidade


Encontro com coroinhas em Caucaia-CE

Na tarde deste sábado, 24 de agosto, a Ir. Karina de Carvalho e a cooperadora paulina Catarina Mesquita encontraram-se com os coroinhas da Paróquia São Vicente de Paulo, em Caucaia, para partilhar sobre as vocações da Igreja.

Participaram do encontro 17 coroinhas. Crianças e adolescentes animados e comprometidos em suas comunidades na missão que assumiram. Ir. Karina ajudou-os a refletir sobre a vocação que todos possuem, à vida e à santidade, e também, apresentou as vocações especificas da Igreja, que são o caminho para cada batizado viver a santidade.  
Bendigamos a Jesus, Mestre e Pastor, por continuar a convidar nossas crianças, adolescentes e jovens para segui-Lo, hoje como coroinhas e futuramente naquela vocação que cada um descobrirá em si mesmo.
“Oh Jesus, Pastor eterno, enviar bons operários para a vossa messe!”

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Animação Vocacional na Paulinas Livraria de BH


Ir. Elizete e colaboradores
Após o Lançamento da Nova Campanha Vocacional, 15 de junho de 2013 na Paulinas Livraria da Rua Afonso Pena. Neste mês dedicado as vocações foi a vez de realizarmos um momento de louvor e celebração da vida e da vocação na Paulinas Livraria da Rua Curitiba, situada bem ao centro da cidade de Belo Horizonte.
 
Irmãs, colaboradores, clientes, vocacionados (as) à Vida Religiosa Consagrada fizeram da manhã do dia 17 de agosto um momento para louvar, agradecer e bendizer ao Senhor da messe por continuar chamando e cultivando corações generosos para o serviço do Reino.
Ir. Elizete
 Esta manhã foi marcada pela animação da Ir. Elizete, responsável pela Pastoral Vocacional do Estado de Minas e pelo jovem Tiago, membro da Comunidade Católica Shalom de Belo Horizonte.

Tiago (membro da Comunidade Shalom)
        

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Irmãs Paulinas no "ComVocação"





Confira abaixo o Vídeo Vencedor da Promoção do slogan da Campanha Vocacional das Irmãs Paulinas:
 

A Vocação Paulina é...


Prece da Herança

Senhor, sou um entre milhões de seres humanos, e me apresento diante de ti.

Venho falar de uma herança que recebi de ti.

Venho dizer que me sinto pequeno diante do que me pedes e, às vezes, não me sinto capaz.

Mas quero dizer também que amo o que me propusestes.

Compreendo que não devo ser florista nem vendedor de sal, mas, sim, jardineiro e sal.

Preciso trabalhar, cada dia, para poder fazer a minha parte.

Vejo que ninguém vai construir aquilo que eu devo construir.

Percebo que sou uma parcela importante.

Gostaria de ser um artista a trabalhar este mundo cheio de tantas coisas belas.

Dá-me, Senhor, a consciência de que o mundo precisa de minhas mãos.

Dá-me coragem para me preparar bem e, assim, poder levar adiante a herança religiosa que me deixaste.

Quero trabalhar como alguém significativo para o mundo.

Ajuda-me a ser uma fonte de água viva e uma fonte de tua luz.


Bem-aventurado Tiago Alberione

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Bíblia e Vocação

A Escritura se apresenta como uma grande companheira para os jovens que estão à procura do projeto de Deus sobre si mesmos e para todos os que estão dando os primeiros passos numa opção de vida. A Sagrada Escritura é necessária para compreender a própria vocação, para aprofundar a própria fé e para avaliar a caminhada de coerência com o chamado recebido.

Quem começa a interrogar-se seriamente sobre o que fazer da própria vida, qual direção tomar em nível afetivo, de trabalho, de compromisso social, mas também de amizades e de modos de lazer, mesmo de forma ainda não explícita, está se aproximando do mistério da vida enquanto vocação.
Este livro pretende facilitar o encontro entre o jovem que está à procura e a Bíblia, sugerindo algumas indicações de método e algumas importantes disposições de partilha.(Saiba mais)

domingo, 25 de agosto de 2013

VIII. O que é a Vocação Paulina?



Em tuas mãos, Senhor!




Música: Em tuas mãos, Senhor
CD: Há sempre uma luz - Pe. Carlos Sala - Paulinas COMEP

sábado, 24 de agosto de 2013

VII. O que é a Vocação Paulina?


Pe. Alberione também foi catequista!

Padre Tiago Alberione, fundador das Irmãs Paulinas, tinha grande amor pela catequese.

Por seis anos, quando era seminarista, foi catequista na catedral e na paróquia dos Santos Cosme e Damião, na Itália. Estudou métodos de organização da catequese, afim de colaborar na formação espiritual, intelectual e pedagógica dos catequistas. Participou de Congressos catequéticos. Quando foi convidado pelo Bispo a participar da comissão catequética diocesana, fez do catecismo, estudo e missão particular.

Pe. Alberione compreendia a obra catequética como a primeira e fundamental: "Ide e pregai, ensinai".




Que ele interceda do céu pela vocação desafiadora do catequista!

Bem Aventurado Tiago Alberione, rogai por nós!


sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Pela própria vocação e pelas vocações


São Paulo apóstolo, que evangelizastes o mundo inteiro, com vossa doutrina e caridade, olhai com bondade para nós, vossos filhos e discípulos.

Tudo esperamos da vossa intercessão junto ao Mestre divino e a Maria, Rainha dos Apóstolos.
Fazei, ó doutor dos gentios, que vivamos de fé e nos salvemos pela esperança, e que a caridade reine em nossos corações.
Obtende-nos, ó vaso de eleição, que saibamos corresponder plenamente à graça divina, para que ela frutifique em nós!
Fazei que vos possamos conhecer, amar e seguir sempre melhor. Que sejamos membros vivos da Igreja, corpo místico de Jesus Cristo. Suscitai muitos e santos apóstolos!

Como um sopro de vida e calor, que se propague no mundo o amor verdadeiro.
Que todos conheçam e glorifiquem a Deus e ao Mestre Divino, Caminho, Verdade e Vida.

E vós, Senhor Jesus, que conheceis nossa fraqueza, concedei-nos, pela vossa misericórdia, que sejamos defendidos contra toda adversidade, pela poderosa intercessão do apóstolo Paulo, nosso mestre e pai.

VI. O que é a Vocação Paulina?


quinta-feira, 22 de agosto de 2013

V. O que é a vocação paulina?

Ir. Elizete

Campanha Vocacional em São Miguel-SP


quarta-feira, 21 de agosto de 2013

IV. O que é a vocação paulina?

Ir. Joana Silva

Missão vocacional em Mombaça-CE


Neste último final de semana, 17 e 18 de agosto de 2013, as irmãs Paulinas, Karina de Carvalho e Roseane Welter, da comunidade de Fortaleza, estiveram em missão na cidade de Mombaça, no interior do Ceará.
Em um encontro que reuniu 35 pessoas, a maioria jovens, as irmãs trabalharam, na tarde do sábado, sobre as vocações na Igreja. A primeira vocação que é a própria vida e as vocações específicas que compõe o corpo eclesial.
As irmãs ficaram hospedas na família da jovem Ingryd Hemilly, vocacionada à vida Paulina. O encontro com uma jovem vocacionada e sua família é sempre oportunidade para convivência e partilha, crescendo assim na experiência vocacional.
Também participaram da missa nas duas paróquias da cidade, Nossa Senhora da Glória e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, celebrando com o povo a festa da Assunção de Maria, em que agradecemos o dom da vida religiosa consagrada, deixando seu testemunho e convite vocacional às jovens.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

99 anos de Família Paulina


Há exatamente 99 anos nascia a congregação dos Padres e Irmãos Paulinos (Pia Sociedade São Paulo). A primeira, das 5 congregações e 5 institutos fundados por Pe. Tiago Alberione em Alba, na Itália.
A Pia Sociedade Filhas de São Paulo (Irmãs Paulinas) foi a segunda congregação a compor essa família, no ano seguinte, 1915.
 
Pe. Alberione foi um dos fundadores mais fecundos da Igreja. Além dos Padres e Irmãos Paulinos ele também fundou mais quatro congregações religiosas femininas e cinco Institutos seculares.
Pe. Alberione e os primeiro Paulinos
 
Congregações Religiosas: os Padres e Irmãos Paulinos, as Irmãs Paulinas, as Irmãs Discípulas, as Irmãs Pastorinhas e as Irmãs Apostolinas.
Institutos Seculares: os Cooperadores Paulinos, as Anunciatinas, os Gabrielinos, o Instituto Santa Família e o Instituto Jesus Sacerdote.
O conjunto das fundações do Pe. Tiago Alberione recebe o nome de Família Paulina. São dez vozes, com carismas diferentes, mas com o mesmo fim: “Viver integralmente o evangelho de Jesus Cristo Caminho, Verdade e Vida, no espírito de são Paulo, sob o olhar da Rainha dos Apóstolos” (AD 93).
 
Parabéns a toda a Família Paulina!

O Deus que me criou



segunda-feira, 19 de agosto de 2013

SUBLIME VOCAÇÃO

Por Jesus Cristo me decedi.
Foi mesmo assim.
Não sabendo de onde vinha aquele vento suave,
soprando no meu pensamento em forma de convite,
em forma de chamado.
Decidi aventurar-me e no desconhecido me lancei,
com linda imaginação e os sonhos do futuro.
Uma familia amada chorando atras deixei.
E a fazer parte de uma grande Família comecei.
61 anos já passaram, imensa graça para mim!
Ó se eu pudesse atrás voltar e me entregar novamente eu faria.
Renovar a opção.
Sublime vocação!
Seguir o Mestre que me cativou,
e me encarregou de dizer a todos que cruzarem minha estrada
que só Ele é o Caminho, a Verdade a plena Vida, divina vocação.
Foi Ele que me escolheu, indicando-me um Carisma
que tem poder e graça para construir o homem novo
com a força da COMUNICAÇAO!

Ir. Maria Teresa de Sousa, fsp

domingo, 18 de agosto de 2013

III. O que é a vocação paulina?


sábado, 17 de agosto de 2013

Salmo dos Consagrados



Esta música está no CD: Salmos da Vida - Ir. Míria Kolling - Paulinas COMEP

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Tudo começou de um sonho...

Responder ao chamado de Deus e seguir a própria vocação é o que dá alegria e felicidade a cada pessoa. Assim caminhamos, respondendo, cada dia, nosso Sim ao Mestre Divino que nos chamou a vocação Paulina. Muitas irmãs já concluíram essa caminhada aqui na terra, doaram todas as suas energias para o anúncio do Evangelho e agora, recebem o prêmio protetido no céu. Outras estão apenas no início ou um pouco mais adiantadas e há quem já passou dos 50 e 60 anos de sua entrega.

A Ir. Silvana Candian já completou 64 anos da sua Primeira Profissão Religiosa. Ela é natural da cidade de Americana - SP e entrou na congregação com 19 anos. Hoje, ela já está perto de completar 87 anos de vida, reside na comunidade das Irmãs Paulinas da Cidade Regina em São Paulo - SP e realiza o apostolado paulino na recepção da Casa de Oração acolhendo a todos que ali chegam com uma simpátia e alegria encantadoras, além de colaborar na confecção de terços que são enviados para as livrarias Paulinas de todo Brasil. Desses anos de vida consagrada, 48 ela passou no exterior como missionária, 10 na Austrália e 38 entre Venezuela e Porto Rico. Ela vai partilhar com você um pouco de sua sua história vocacional e de sua experiência como irmã Paulina. 


Ir. Silvana Candian

Tudo começou de um sonho...
Eu senti mesmo a vocação foi em um sonho, realmente num sonho. Sonhei que estava num refeitório grande, onde havia muitos pobres para comer. Eu estava à porta para recebe-los, sentá-los a mesa e servia com todo carinho e amor. Eram muitos pobres e o refeitório era bem grande. Eu não me recordo que comidas tínhamos, mas me lembro bem  a mesa e os pobres que chegavam para comer. Então daí nasceu um desejo: por que não servir os pobres? Tinha uns 15 anos. Nunca esqueci esse sonho, pois dele me veio muito forte um grande desejo de servir, o que no sonho não me custava nada. Na época esqueci o sonho e segui meu caminho. 


Conheci as Irmãs Paulinas...
Quando tinha uns 20 anos as Irmãs Paulinas foram na minha cidade e perguntaram ao padre se ele conhecia alguma moça que queria ser irmã. Ele indicou uma amiga minha e as irmãs foram visitá-la. Essa amiga me disse depois: "venha Carolina (era meu nome de batismo), tem duas irmãs que estão convidando as moças que querem participar da vida delas, elas me convidaram, será que você não gostaria de conhece-las também?" Eu respondi que achava que as irmãs não iam querer gente pobre como eu, por que eu não teria condições nem de preparar um enxoval, eu não tinha nada. Essa amiga, que também é irmã Paulina hoje, disse que achava que elas viriam a minha casa sim. E um dia, as irmãs apareceram lá. Falaram com minha mãe e perguntaram se alguma de suas filhas queria ser freira. Minha mãe respondeu que nenhuma das seis filhas tinha dito nada a ela. Mas quando eu chegava do trabalho para almoçar, minha mãe disse às irmãs:  "tem essa menina que está chegando agora, ela tem uma vida um pouco diferente das outras, talvez pode ser que ela queira". Então as irmãs me convidaram, mas a primeira coisa que respondi foi: "não posso,meu pai não deixa".  Elas falaram que viriam conversar com meu pai se eu quisesse ir. Eu conversei, depois, com meu pai e expliquei que vinham as irmãs falar com ele no domingo, por que eu queria ser religiosa. Mas, no dia marcado, meu pai saiu e não apareceu em casa. Minha mãe então dizia que eu ia fazer muita falta, pois eu trabalhava e ajudava a colocar comida dentro de casa. Então eu disse: "se é por causa da comida, eu vou, pois minhas irmãs também podem procurar trabalho e ajudar", e isso disse também ao meu pai. E decidi que não ia mais trabalhar e iria para o convento com as Irmãs Paulinas.

O ingresso na congregação e uma expêriencia marcante... 
Cheguei em São Paulo numa Quinta-feira Santa. A capela estava toda preparada para a adoração ao Santíssimo. Eu cheguei e fiquei rezando. Desde então, até hoje tenho uma grande devoção ao Santíssimo Sacramento, pois aquele era o dia Instituição da Eucaristia e da Instituição do Sacerdócio. Rezo muito pelos sacerdotes pois sem eles não teríamos a Eucaristia. É uma vida muito bonita!

O que mais gosta da vida e missão Paulina?
A comunicação! Comunicar-me com as pessoas. Eu rezo sempre para ser uma presença de Deus. Para que as pessoas que me veem, não vejam a Ir. Silvana, mas que vejam Deus presente em mim. Creio que um pouco estou conseguindo.



Você é  feliz Ir. Silvana?
Nossa Senhora! Não troco por nada essa vida! Graças a Deus fui sempre feliz, em todo lugar, na Austrália, na Venezuela... Pode ser que até tiveram cruzes, mas nem me lembro mais! Tudo passa e termina! Sou muito feliz!

Uma palavra as jovens que pensam em seguir Jesus na vida religiosa consagrada...
Que sirvam a Deus na felicidade renunciando a si mesmas. A felicidade está na renúncia de si mesmo. Se eu renuncio a mim mesma, encontro toda a felicidade do mundo. Claro que o caminho não é só de rosas e flores, tem um pouco de espinhos. Porém, com a Graça de Deus, e nossa entrega a Ele, superamos tudo!

"Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida."
(Jo 14, 6)
 

Campanha Vocacional no RS

LANÇAMENTO DA CAMPANHA VOCACIONAL PAULINAS
NA LIVRARIA DE PORTO ALEGRE- RS

No dia 03 de agosto de 2013 foi Lançada a Campanha Vocacional Paulinas na Livraria de Porto Alegre- RS, com a Equipe vocacional de Canoas. Pela manhã realizou-se o Lançamento com sorteios e mensagens. As pessoas que lá estiveram participaram com muita alegria e entusiasmo. Todos agradeceram a iniciativa e pediram que fizéssemos mais vezes esse tipo de evento com os clientes da loja.  De fato, foi uma linda manhã de entrosamento e alegria entre nós irmãs, colaboradores e clientes.

As pessoas que lá estiveram, puderam sentir com alegria a força de nossa missão e a beleza de sermos enviadas para Evangelizar com a Comunicação Social. 
Na tarde deste mesmo dia realizou-se um encontro com jovens no auditório da Livraria, com o tema: Juventude, Fé e Vocação. Participaram deste encontro alguns (as) jovens, seminaristas, coordenadores de grupo de jovens e um sacerdote.  O encontro transcorreu com muita alegria e participação das pessoas presentes. 

Também foram realizados sorteios, particularmente com biografias dos nossos fundadores, para assim melhor torná-los conhecidos. Podemos dizer que esse dia de Lançamento foi uma excelente oportunidade para divulgar nossa vocação e missão na Igreja. 

II. O que é a vocação paulina?


quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Missão em São Luiz Gonzaga - RS

Estamos no mês de agosto, no qual celebramos as vocações específicas para um estado de vida, seja matrimonial, religiosa, sacerdotal e leiga. Com o objetivo de ajudar os jovens a pensarem sobre este tema, entre os dias 05 a 10 de agosto, Ir. Amélia e Ir. Neide participaram de uma semana vocacional na cidade de São Luiz Gonzaga/RS junto com a equipe vocacional da diocese de Santo Ângelo.
Ir. Amélia e alunos
A equipe era composta por religiosas/os e padres de diversas congregações. Foi uma semana bastante intensa, onde visitamos 32 escolas atingindo adolescentes e jovens do sexto ano ao ensino médio. Em algumas escolas fizemos alguns encontros para as crianças do primeiro ao quinto ano.
Ir. Neide
 O tema trabalhado com os jovens foi o sentido da vida e a importância de cada um descobrir a sua vocação para um projeto de vida. A proposta de trabalho apresentada foi muito bem acolhida pelos educadores de todas as escolas, pois todos manifestaram que o jovem tem fome e sede de sentido a partir dos valores humanos e cristãos. Temos certeza que o Senhor fará frutificar as sementes espalhadas na vida dos jovens.

O que é a Vocação Paulina?


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Sagrada Família



terça-feira, 13 de agosto de 2013

Retiro para catequistas em Novo Hamburgo – RS


Nos dias 27 e 28 de Julho de 2013 aconteceu o retiro para catequistas da Paróquia São José em Novo Hamburgo - RS. O retiro foi dirigido por Cleusa (cooperadora paulina) e Ir. Neide. Participaram do mesmo 28 catequistas. O tema desenvolvido para reflexão e oração foi a Vocação em São Paulo Apóstolo.
 
Tido como modelo de seguimento de Jesus Cristo, São Paulo inspirou e motivou os catequistas a refletirem sobre sua própria vocação na Igreja e no mundo. Foram dois dias muito proveitosos e iluminados com a Palavra de Deus, em particular, com as cartas de São Paulo. O grupo de catequistas viveu intensamente esta experiência, sentindo-se agraciados e convidados por Deus para assumir mais a missão confiada a cada um, assim como foi com São Paulo.  
O fato de ter realizado esta missão como Família Paulina, foi de imensa importância e alegria para nós, experimentamos a grandeza da nossa missão Paulina junto ao povo de Deus e a força de sermos Família que unida anunciamos o Evangelho de Jesus Cristo, seguindo os passos de Paulo e alicerçadas no carisma de nosso fundador Pe. Alberione.

"Com Vocação"